Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/05/21 às 13h59 - Atualizado em 31/05/21 às 13h59

Ação itinerante da Defesa Agropecuária tem resultado positivo

COMPARTILHAR

 

Entre os dias 24 e 27 de maio a Defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF) realizou uma ação itinerante para receber declarações de vacinação contra febre aftosa e raiva de produtores rurais de regiões distantes do DF.

 

As regiões contempladas foram Taquara, São José, Rio Preto, PAD-DF e Jardim. Com o objetivo de facilitar a comprovação da vacinação dentro do prazo pelos produtores, a van da Defesa Agropecuária ficou estacionada em frente aos escritórios da Emater-DF localizados nessas regiões.

 

Para a subsecretária de Defesa Agropecuária, Danielle Araújo, essa parceria foi bastante exitosa. “Agradecemos o imenso apoio da Emater nessa ação. Eles disponibilizaram toda a estrutura de suporte para nossas equipes, como internet, impressora e banheiro. Isso foi fundamental para que tudo ocorresse de forma organizada e bem-sucedida”.

 

Ao longo dos quatro dias de ação da Defesa Agropecuária Itinerante, foram recebidas 81 declarações de vacinação. Segundo o gerente de Operações em Defesa Agropecuária da Seagri-DF, Raisson Defensor, o resultado foi muito positivo. “O número de declarações recebidas nos surpreendeu. E o ganho indireto dessa aproximação com o produtor foi ainda maior. Conseguimos prestar muitas orientações aos produtores, e auxiliar muitos deles a utilizarem o Sidagro Produtor, para poderem declarar a vacinação pela internet”, destacou Raisson.

 

Em outra ação de aproximação com os produtores rurais, a convite da Associação Rural dos Produtores do Vale Verde (Aprovale), no dia 25 de maio, a Defesa Agropecuária da Seagri-DF realizou uma vacinação assistida, seguida de declaração de vacinação presencial e participação em uma live para os produtores da região das Águas Emendadas, em Planaltina. “Essas ações reforçam o esforço da Seagri em ir ao encontro dos produtores, levando ao campo serviços e informações de qualidade sobre defesa agropecuária”, ressaltou Danielle Araújo.

 

 

Texto e fotos: Ascom Seagri-DF