Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/02/21 às 14h57 - Atualizado em 26/02/21 às 9h12

Secretário de Agricultura participa de café na Central Flores

COMPARTILHAR

 

O secretário de Agricultura do Distrito Federal, Candido Teles, participou de um café da manhã nesta terça-feira (23), na Central Flores.

 

O objetivo da ação, organizada pela Associação de Produtores de Flores e Plantas do DF e Ride (Central Flores), que administra o local, foi mostrar para aos gestores públicos presentes, a situação atual do setor no DF e a importância dele na geração de emprego e renda.

 

“Eu fiquei feliz com essa oportunidade de conversar. Esse setor (agronegócio) vem sustentando o Brasil há  muito tempo.  Hoje, nós vemos a fortuna que o Brasil vem conseguindo graças ao agronegócio. Quem sustenta a população da cidade é o campo. Nenhum setor cresceu tanto quanto o campo, que também está equilibrando a balança comercial do Brasil. Esse setor é muito importante para o Governo Ibaneis”, afirmou o secretário Candido Teles durante a ação.

 

O Café com Flores, como foi chamado o encontro, também contou com a participação do secretário-executivo de Agricultura, Luciano Mendes; da presidente da Emater-DF, Denise Fonseca e da diretora-executiva da empresa, Loiselene Trindade da Rocha; do presidente da Ceasa-DF, Sebastião Marcio e do vice-presidente, Petronah Castro e Silva; do diretor-geral do DER, Fauzi Nacfur Junior, e representando a Secretaria de Governo, o subsecretário de Mobiliários Urbano e Apoio às Cidades (SUMAC), Alexandre de Jesus Silva Yanez. Também estavam presentes produtores de flores do DF.

 

Mercado de Flores do DF

 

Segundo Carlos Antônio Morais, coordenador do Programa de Floricultura da Emater-DF, Brasília é o segundo maior mercado consumidor de plantas ornamentais e flores do país, ficando atrás apenas de São Paulo.

 

Apesar dos bons números do mercado consumidor, a produção de plantas e flores ornamentais, no DF, ainda é pequena. Os produtores daqui produzem apenas 15% do que é consumido internamente. “Nós temos exemplo, aqui mesmo, dentro do Central Flores, de uma produtora de Hortência e encontramos lá em Campinas-SP um comprador para as flores dela”, ressaltou Morais.

 

Ascom Seagri-F