Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/07/21 às 11h26 - Atualizado em 13/07/21 às 11h26

Seagri apreendeu 3,2 toneladas de produtos irregulares no primeiro semestre de 2021

COMPARTILHAR

 

A Diretoria de Fiscalização do Trânsito (DIFIT), por meio da Gerência de Fiscalização do Trânsito de Produtos Agropecuários (GEFIT), apreendeu 3,2 toneladas de produtos de origem animal que estavam em trânsito irregular no Distrito Federal, no primeiro semestre de 2021.

 

Entre os produtos irregulares e clandestinos, foram apreendidos pescados, miúdos, mocotó, banha suína, doce de leite, carcaças bovinas, entre outros, que teriam como destino a mesa dos consumidores.

 

As equipes de fiscalização da GEFIT monitoram diuturnamente o trânsito de produtos de origem animal, nas vias e rodovias do DF, para coibir a circulação de produtos cárneos e correlatos clandestinos e em desacordo com as normas sanitárias vigentes. “O objetivo é justamente evitar a entrada e a disseminação de doenças que causam grande impacto na economia e na saúde pública, como, por exemplo, a febre aftosa, a brucelose e a tuberculose. Também trabalhamos para evitar que produtos cárneos sem procedência e em más condições de acondicionamento cheguem ao comércio do DF”, explicou a diretora de fiscalização de trânsito, Fernanda Carolina de Azevedo Oliveira.

 

“Este é um importante trabalho realizado pelo Serviço de Defesa Agropecuária do Distrito Federal à sociedade. A Secretaria de Agricultura está presente nas ruas e vigilante para coibir a circulação de produtos cárneos de origem clandestina e o trânsito de animais em desacordo com as normas sanitárias vigentes. O serviço de fiscalização de trânsito atua para assegurar os direitos do consumidor e para proteger a agropecuária do DF”, completou a subsecretária de Defesa Agropecuária, Danielle Araújo.